ESPIRITUALIDADE

 ESPIRITUALIDADE DE UM OBLATO

O Oblato é, poderíamos classificar, um beneditino no mundo hodierno, envolvido com os problemas de uma sociedade em fase de mutação e bruscas mudanças, que sem perder as suas qualidades profissionais - de vida familiar e vida social - vive de uma espiritualidade monástica cujo carisma condensa-se no célebre mote: “Ora et Labora”, voltada ao louvor divino(oração) e ao trabalho. Dois pedestais que condensam entre si a espiritualidade, equilibrando assim o exercício da fé, da esperança e da caridade na vida diária.

Sem esse vínculo sobrenatural – a fé - a relação com o mundo na vida do Oblato redundaria numa série de repetições superficiais e de mero cunho caritativo e assistencial. 

Uma outra característica do Oblato é a divisa com a Paz. São Bento era um homem de paz. A busca da Paz é uma exigência pedida entre os Oblatos de São Bento. Devem buscá-la e levá-la a todas as pessoas. 

Sendo que, todo cristão semelhante ao Oblato Primeiro: o Cristo, imitam pois e praticam seus gestos e palavras. “Entrando numa casa, saudai-a: “Paz a esta casa...” (Mt 10, 11-15). “A Paz esteja convosco...”  

São compromissos do Oblato Secular:

1 - As orações comunitárias, a recitação diária da Liturgia das Horas, Laudes e Vésperas; sem deixar de fazer suas orações pessoais.

2 - A prática da Leitura Orante das Sagradas Escrituras, a Lectio Divina.

3 - Frequentar a Liturgia com atenção aos Sacramentos.

4 - A prática da Caridade Fraterna.
         
        A saber:

I – a assistência material e espiritual aos familiares;
II – o trabalho profissional bem realizado, com eficácia e competência, em prol do bem comum;
III – o exercício do apostolado no mundo, conforme seu estado de vida e aptidões; e
IV – a assistência aos mais necessitados.