domingo, 9 de outubro de 2011

Uma questão de santidade

"Compreendi que na perfeição havia muitos graus e que cada alma era livre no responder às solicitações do Nosso Senhor, no fazer muito ou pouco por Ele, numa palavra, no escolher entre os sacrifícios que exige. Então,como nos dias de minha primeira infância exclamei: "Meu Deus, escolho tudo!" Não quero ser santa pela metade. Não me faz medo sofrer por vós, a única coisa que me dá receio é a de ficar com minha vontade. Tomai-a vós, pois "escolho tudo" o que Vós quiserdes!" 
(Santa Teresinha.)

Nenhum comentário: