segunda-feira, 10 de outubro de 2011

“Santo, sem oração?”

10 de outubro de 2011

TEXTOS DE SÃO JOSEMARIA
Se não procuras a intimidade com Cristo na oração e no Pão, como poderás dá-Lo a conhecer? (Caminho, 105)

Escreveste-me e te compreendo: “Faço todos os dias o meu "pouquinho" de oração. Se não fosse isso!...” (Caminho, 106)
 
Santo, sem oração?!... - Não acredito nessa santidade. (Caminho, 107)

Dir-te-ei, plagiando a frase de um autor estrangeiro, que a tua vida de apóstolo vale o que valer a tua oração. (Caminho, 108)

Desejo que o teu comportamento seja como o de Pedro e o de João: que consideres na tua oração, para falar com Jesus, as necessidades dos teus amigos, dos teus colegas..., e que depois, com o teu exemplo, possas dizer-lhes: "Respice in nos!" - olhai-me! (Forja, 36)

Conta o Evangelista São Lucas que Jesus orava... Como seria a oração de Jesus!
 
Contempla devagar esta realidade: os discípulos convivem com Jesus Cristo e, nas suas conversas, o Senhor ensina-lhes - também com as ações - como devem orar, e o grande portento da misericórdia divina: que somos filhos de Deus, e que podemos dirigir-nos a Ele, como um filho fala com seu Pai. (Forja, 71)

Ao empreenderes cada jornada para trabalhar junto de Cristo e atender tantas almas que O procuram, convence-te de que não há senão um caminho: recorrer ao Senhor.
 
- Somente na oração, e com a oração, aprendemos a servir os outros! (Forja, 72)

       http://www.opusdei.org.br/art.php?p=19117

Nenhum comentário: