sexta-feira, 16 de setembro de 2011

“Maria, Mestra do sacrifício escondido e silencioso!”


TEXTOS DE SÃO JOSEMARIA


15 de setembro de 2011


Maria, Mestra do sacrifício escondido e silencioso! - Vede-a, quase sempre oculta, colaborando com o Filho: sabe e cala. (Caminho, 509)

A Virgem Dolorosa... Quando a contemplares, repara em seu Coração. É uma Mãe com dois filhos, frente a frente: Ele... e tu. (Caminho, 506) 

Que humildade, a de minha Mãe Santa Maria! - Não a vereis entre as palmas de Jerusalém, nem - afora as primícias de Caná - à hora dos grandes milagres. 
 
- Mas não foge ao desprezo do Gólgota; ali está "juxta crucem Jesu", junto à cruz de Jesus, sua Mãe. (Caminho, 507)

Na hora do desprezo da Cruz, Nossa Senhora está lá, perto do seu Filho, decidida a correr a sua mesma sorte. - Percamos o medo de nos comportarmos como cristãos responsáveis, quando isso não é cômodo no ambiente em que nos desenvolvemos: Ela nos ajudará. (Sulco, 977) 


       http://www.opusdei.org.br/art.php?p=18748

“Maria, filha de Deus Pai”


TEXTOS DE SÃO JOSEMARIA
08 de setembro de 2011





Quanta vilania na minha conduta, e quanta infidelidade à graça! - Minha Mãe, Refúgio de pecadores, rogai por mim; que eu nunca mais dificulte a obra de Deus na minha alma. (Forja, 178)

Mãe nossa, nossa Esperança! Como estamos seguros, pegadinhos a Ti, mesmo que tudo cambaleie! (Forja, 474)

Como gostam os homens de que lhes recordem o seu parentesco com personagens da literatura, da política, do exército, da Igreja!...

- Canta diante da Virgem Imaculada, recordando-lhe:

Ave, Maria, Filha de Deus Pai; Ave, Maria, Mãe de Deus Filho; Ave, Maria, Esposa de Deus Espírito Santo... Mais do que tu, só Deus! (Caminho, 496)

Diz: - Minha Mãe (tua, porque és seu por muitos títulos), que o teu amor me ate à Cruz de teu Filho; que não me falte a Fé, nem a valentia, nem a audácia para cumprir a vontade do nosso Jesus. (Caminho, 497)


       http://www.opusdei.org.br/art.php?p=18536