sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

POEMA D'ALMA

Senhor, eu Te vejo
E espero de Tuas mãos
O que preciso sabes
O que desejo conheces

Minha graça é ser-Te obediente
Quanto mais eu resista
Mais fiel torna-me em Ti
Minha Paz

Não posso sair de Ti
Pois não quero nem sou
Sou em Ti
E sem Ti não existo.

Em Ti me movo
Existo
E sou!

Nenhum comentário: