quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Maceió: Capital do medo para os jovens 2

Parece premonição. Parece "profecia". Não. Eu não sou premonitivo. Há alguns dias postei neste blog o quanto os jovens são esquecidos (nos direitos) e lembrados (nos malfazejos) aqui em Maceió.

Hoje, o Instituto Sangari, que faz o "Mapa da Violência 2011 - Os Jovens do Brasil", lançou a constatação que eu não gostaria que fosse verdade, mas é.

Neste link (Instituto Sangari), podemos ver que Alagoas é a Unidade da Federação mais violenta.

Alagoas:
- Tem a maior taxa de homicídios do Brasil: 60,3%;
- Tem a maior taxa de morte de jovens do Brasil: 60,9%  (2008);
- Entre 2002 e 2008, houve 3211 homicídios, sendo que 2985 destes eram de negros;
- Em 2008, foram assassinados 1591 pessoas, sendo que 1540 eram negros;
- É o 2º na taxa de homicídio negro, com 70,1% [Pernambuco tem 72,2%];
- Tem a taxa de 78,7% de vitimização entre jovens de 15 a 24 anos;
- Em 2008, teve a taxa de 125,3% de assassinatos de jovens e 44,4% de não-jovens;
- Houve aumento de 38,2% na taxa de suicídio (1998/2008);
- Houve aumento de 61,1% na taxa de suicídio entre jovens de 15 a 24 anos (1998/2008);
- É 19º em casos de suicídio jovem no Brasil;
- Entre 2002/2005/2008, houve aumento de 91,3% na taxa de suicídios;
- Entre 2002/2005/2008, houve aumento de 57,1% na taxa de suicídio entre jovens de 15 a 24 anos;
- Em se tratando de vitimização, para cada 1 branco assassinado, 13 jovens negros são assassinados;
- Mais da metade da morte dos jovens é por homicídio;
- Em 2008, em se tratando de homicídios, 5,2% para os não-jovens e 60,9% para os jovens.
- Houve aumento de 222,6% na taxa de homicídios e 177,2% (por 100 mil hab.) [1998/2008];
- Houve aumento de 309,3% na taxa de homicídios de jovens entre 15 e 24 anos (1998/2008);
- Nos homicídios de jovens entre 15 e 24 anos, é primeiro no ranking no Brasil com 125,3% de taxa;
- É o líder no ranking da violência nacional.

Em Maceió:
- Houve aumento para 222% na taxa de morte por assassinato (1998/2008);
- Houve aumento para 13,5% na taxa de suicídio (por 100 mil hab. 1998/2008)
- Houve aumento de 100,9% na taxa de suicídio de jovens de 15 a 24 anos (1998/2008);
- Em 2008, 51 jovens entre 15 e 24 anos, cometeram suicício;
- Houve de 38,7% na taxa de suicídios (1998/2008); 
- Sobre homicídios, entre as capitais, em 1998 era a 14ª (com  33,3), em 2008 é a 1ª (com 107,1);
- Houve aumento para 251,4%  na taxa de homicídio de jovens de 15 a 24 anos (1998/2008);
- São 250 assassinatos juvenis por 100 mil habitantes;
- Houve aumento de 107% na taxa de homicídios, (por 10 mil hab. 2006/2008).

 Enquanto ficarmos achando que tudo isso só se deve ao "bando" dos viciados, ao bando de pobres, ao bando de bêbados e preguiçosos ou ao bando desocupados, e continuarmos com nossos pensamentos medíocres e mesquinhos sobre os problemas que assolam nossa vida [é isso mesmo, nossa vida; não à sociedade, porque se continuamos a pensar que sociedade é da minha calçada pra lá, já será tarde].
Claro que o prefeito e o governador são culpados. Assim como cada vereadorzinho vendido e seus comparsas sem-vergonhas na Assembleia Legislativa.
E tem mais culpado: o professor preguiçoso, o assistente social desleixado, os líderes comunitários salafrários, os catequistas presunçosos, eu e você.
Somos nós os culpados! Chega de jogar sujeira pela janela!
Caríssimos, se cada um de nós fizer o que é correto, não precisaremos matar nossos jovens.
Chega dos pais pensarem que Fé é coisa pra escolher depois de grande: se queremos dar o melhor, demos a Fé, pois não temos nada melhor para dar seguida da educação. Se tememos o roubo e lutamos para nossa defesa, por que não lutar pela moral cristã? Acaso o traficante espera que nossos filhos cresçam? Não. Então, por que temos que deixar que nossos filhos cresçam para dar-lhes o melhor?
Deixemos de ser cristãos-de-meia-tijela e acenarmos com o mundo que nos corrompe com porcalhadas de BBB, novelas e "sangue-show" ao meio dia.
Nossas crianças sabem mais sobre TV do que sobre Deus.
Não, não é teocracia, como teimam em dizer alguns desiludidos, é tomar e tornar a ser aquilo que somos: cristãos.
Somos católicos que não gostam de rezar, que têm vergonha de fazer o Sinal da Cruz, que têm preguiça de ir à Missa e saber sobre sua Fé e relativizamos tudo que é seita chamando de religião.
Confiamos mais em nossos bens e dinheiro e desconfiamos de Deus. Só lembramos dele pra batizar e nas missas de 7º dia. Descofiamos da Graça e nos apegamos aos ditames do capitalismo que só nos diz: ganhe dinheiro pra ser feliz... consuma, consma e seja feliz...
Vendemos nosso voto por R$ 30,00 assim como Judas vendeu o Cristo por 30 moedas.
Onde está a raiz do problema de assassínio dos jovens? Agora, que importa? Temos é que arregaçar as mangas e fazer, a partir de nosso lar, a cristianização de nossos valores: Cristo em primeiro lugar (amar a Deus sobre todas as coisas, com toda a força, toda inteligência, de toda alma).
Temos que denunciar as explorações sexuais e comerciais; e denunciar quando o poder público se omite a olhos vistos para as denúncias.
Temos que cobrar a expulsão, sem excessão e regalias, de todo agente público metido com assassinato e/ou exploração de vulnerados.
Temos que exigir que todo preso tenha julgamento rápido e justo, mesmo e principalmente os pobres e negros.
Temos que nos oferecer nos projetos e ações que minimizam ou extinguem a dor e a humilhação do ser humano, a exemplo da Casa do Servo Sofredor, Fazenda da Esperança...
Caríssimos, não tenhamos dúvidas: é a exclusão que gera a violência. Se alguém não se sente daqui ou é tratado como alienígena, logo não se sentirá nem agirá com respeito ao que temos como sociedade. Por que respeitariam o que não lhes permite viver, aquilo que os marginaliza, por quê?
 Lembremos que homicídio não é coisa somente para o outro. A violência pode bater na nossa porta, inclusive pelo lado de dentro.
Dobremos nossos joelhos, juntemos nossas mãos e rezemos... cuidemos de nossa alma, pois nossa carne é fraca, muito fraca.

PARA MEDITAR:
-clique-


Fontes:
www.divinoespiritosanto.org
www.sangari.com

+ + +
Eudes Inacio, sJpVM
servo de Jesus pela Virgem Maria.

Nenhum comentário: