domingo, 23 de janeiro de 2011

PADRE PUNIDO POR "SIMULAR" SACRAMENTO

Arquidiocese de Aracaju pune Pe. Antonio Maria por “simulação de administração de sacramento”.

Depois de receber uma denúncia da participação de Padre Antônio Maria em uma cerimônia de união civil realizada na cidade de Capela, interior de Sergipe no dia 9 de setembro de 2010, a Arquidiocese de Aracaju, de acordo com o código canônico, abriu um processo administrativo para apurar os fatos, e coube ao Bispo Auxiliar e Vigário Geral, Dom Henrique Soares da Costa instruir o processo e emitir a soberana decisão.

Após a conclusão do processo, com a ouvida do reverendo foi constatado que o sacerdote reconheceu seu erro por ter cometido um delito canônico e foi punido pelos bispos da Província Eclesiástica do Estado com a suspensão de atividades em Sergipe por cinco anos.







Ouça a retratação:
- clique -

E o que diz Dom Henrique Soares:


+ + +

Minha opinião:

Dura lex, sed lex.

Cabe aos Pastores Apostólicos o zelo e a Verdade da Fé, pela Fé e na Fé.

Ninguém está sobre a Igreja de Cristo; mesmo os convidados a trabalhar nEla.

Considero meritórias a ação e a energia da Arquidiocese de Aracaju.

Que sirva de exemplo para mim, que sou pecador!

Fontes:
http://fratresinunum.com
http://www.nenoticias.com.br

4 comentários:

Rick Pinheiro disse...

Minha leiga opinião:

Se o padre reconheceu o seu erro, pq uma punição tão severa? Onde está a misericórdia de Deus???

Sabemos que o erro cometido é punido pelo Código Canônico. Mas numa época onde a nossa Igreja carece de sacerdotes, na minha ignorante opinião, cinco anos de suspensão dos serviços foi uma punição um pouco dura, que abre uma grande lacuna, trazendo transtorno a Arquidiocese de Aracajú.

Na minha opinião, faltou misericórdia e mais discernimento na hora de aplicar a pena.

Luciano Peixoto disse...

Nos dias atuais, alguns sacerdotes, buscam "adoçar" o EVANGELHO DE CRISTO, e isto é intrigante e deixa no povo de Deus, dúvidas, inquietudes. Portanto, é dever dos bispos exortar e admoestar, ao povo e aos seus sacerdotes, certas atitudes na luz de Cristo. Esta atitude de Dom Henrique de nenhuma forma denigre a imagem do sacerdode Antônio Maria, nem tão pouco isto é falta de misericórdia, ou de caridade, pelo contrário, "nós somente orientamos a quem amamos". Acredito que outros padres pensarão duas ou mais vezes antes de tomar uma outra atitude desta, se tomar!

Com relação a dureza da punição, o Senhor já dizia nos evangelhos: "Quem quiser me seguir, tome sua cruz, renuncie a si mesmo e segua-me", ou (...) " e vocês também não irão me abandonar?"(...)



Com relação a carência de sacerdotes, a igreja sempre passará por isto, o senhor também diz: "a merce e grande, mas os operários são poucos."

Anônimo disse...

1. JOSÉ NILSON DA SILVA
Fevereiro, 23 de 2012
É extremamente difícil para mim, que fui gerando nas “entranhas missionárias” do Padre Antonio Maria e, conhecendo a sua idoniedade cristã e amor imoderado por homens e mulheres , sobretudo CRIANÇAS E JOVENS, de várias partes do mundo onde ele semeou o viver a “fé, esperança e caridade”, aceitar punição tão grave por um “delito” tão controverso.
Respeito, como católico, a decisão dos bispos de Sergipe mas, se pudesse, asseguraria, como direito de apelação, uma defesa deste irmão e pai, para que, canonicamente fosse feita justiça, mas com caridade, o que, por sinal, é o que mais possui Padre Antonio Maria.

Anônimo disse...

1. JOSÉ NILSON DA SILVA
Fevereiro, 23 de 2012
É extremamente difícil para mim, que fui gerando nas “entranhas missionárias” do Padre Antonio Maria e, conhecendo a sua idoniedade cristã e amor imoderado por homens e mulheres , sobretudo CRIANÇAS E JOVENS, de várias partes do mundo onde ele semeou o viver a “fé, esperança e caridade”, aceitar punição tão grave por um “delito” tão controverso.
Respeito, como católico, a decisão dos bispos de Sergipe mas, se pudesse, asseguraria, como direito de apelação, uma defesa deste irmão e pai, para que, canonicamente fosse feita justiça, mas com caridade, o que, por sinal, é o que mais possui Padre Antonio Maria.